Maranhenses se dedicam à literatura infantil

O universo infantil é cheio de magia, ainda mais se eles estiverem lendo um livro! Seja entre rimas de um poema ou a lição de uma história, a literatura contribui bastante para a formação de pequenos cidadãos.

Pensando assim, maranhense se dedicaram à literatura infantil e publicaram livros voltados principalmente para a inclusão social e poemas voltados especialmente para crianças. Conheça algumas dessas publicações e onde encontra-las.

O gato que queria ser sapo – Cléo Rolim

Gatusco, o gato malabarista, criado no circo e rejeitado por seu avô, sai pelo mundo em busca de sua identidade e tenta se tornar aquilo que não é, para ser aceito e agradar aos outros.

Miguel na Terra das Cores – Cléo Rolim

“Como seria um mundo todo amarelo?” Essa é uma pergunta que sempre vinha à mente do Miguel. Com seis anos de idade e uma personalidade forte de quem sabe o que quer, Miguel é um garoto que só gosta do amarelo. Ele vai viver uma experiência em vários mundos de uma única cor que o faz repensar essa forma de ver seu próprio mundo.

Com ilustrações feitas pela própria escritora, os livros de Cléo Rolim “Gato que queria ser Sapo” e Miguel na terra das Cores”, trabalham a inclusão social , valores e respeitos, ensinando crianças desde cedo como proceder com o próximo. ” Nos meus livros trago lições. Principalmente a que não precisa ser igual para ser amado”, explica a escritora.

Coleção Incluir – Sharlene Costa 

A coleção Incluir conta com quatro livros que trabalham a educação inclusiva e conscientização para humanizar crianças sem deficiência. Com as publicação  Olhando com Ritinha (Deficiência Visual), Ouvindo com Vitória (Deficiência Auditiva), Caminhando com Paulo (Deficiência Física) e Aprendendo com Biel (Síndrome de Down).

“Cada livro em que venho trabalhando aborda um tema, como deficiência visual, auditiva, intelectual e física. Esses temas são de extrema importância para o desenvolvimento das crianças perante todos esses assuntos”, conta Sharlene.

Gatinho que não sabia miar – Natinho Costa Fenix

O Pequeno Poeta-  Uma Gotinha D’água nasceu no ribeirinho. Mas tem um projeto de vida, por sinal ambicioso e grandioso: largar o ribeirinho e morar no oceano. Então ela inquieta o Criador, chegando ao ponto de ser transformada num peixinho. Em sua chegada, no oceano, ela vai viver os apuros da vida; passar pela famosa cadeia alimentar.

Então ela se arrepende, voltando novamente a inquietar o Criador: quer novamente ser uma Gotinha D’água e viver feliz em seu oceano. O livro é um paradidático que deve ser adotado para trabalhos individuais ou em equipe nas disciplinas Educação Ambiental, Educação Religiosa e Filosofia nas séries iniciais do Ensino Fundamental

As aventuras de uma gotinha D’Água – Natinho Costa Fênix

Uma Gotinha D’água nasceu no ribeirinho. Mas tem um projeto de vida, por sinal ambicioso e grandioso: largar o ribeirinho e morar no oceano. Então ela inquieta o Criador, chegando ao ponto de ser transformada num peixinho. Em sua chegada, no oceano, ela vai viver os apuros da vida; passar pela famosa cadeia alimentar.

Então ela se arrepende, voltando novamente a inquietar o Criador: quer novamente ser uma Gotinha D’água e viver feliz em seu oceano. O livro é um paradidático que deve ser adotado para trabalhos individuais ou em equipe nas disciplinas Educação Ambiental, Educação Religiosa e Filosofia nas séries iniciais do Ensino Fundamental.

As aventuras de uma Gotinha D’água trata de voltando para educação ambiental, religiosa e filosófica, ensinado ainda mais as crianças a lidarem com esse tipo de assuntos”, explica Natinho.

O pequeno Poeta – Neurivan Souza

O pequeno poeta, de Neurivan Sousa, é uma seleção caprichada de poemas dirigidos a uma faixa etária que gosta de poesia – e como! Poetas como Cecília Meireles, Mario Quintana, Vinicius de Morais e José Paulo Paes escreveram legítimas joias em versos para a garotada, a chamada poesia infanto juvenil, mais especificamente infantil, isso porque as imagens que os versos desenham, as rimas que eles cantam, o humor que trazem em forma de autêntica brincadeira

“A ideia de trabalhar o gênero poesia é formar pequenos leitores, já que existem poucos. É algo que deve ser trabalhado principalmente nas escolas. Explana o escritor, Neurivan.

Todos os livros podem ser encontrados na livraria maranhense Amei, no São Luís Shopping.

Fonte da matéria: O Imparcial

By | 2018-02-11T21:39:43+00:00 Fevereiro 11th, 2018|Notícias|